Uma história cultural da erva-mate: o alimento
como linguagem e suas representações.
Imprimir | Enviar para um amigo

Autor: Prof. José Humberto Boguszewski

Resumo
A presente dissertação trata, na perspectiva de uma história cultural da alimentação, das representações sociais e das conseqüentes práticas de construção de identidades engendradas pelo uso da erva-mate, como chimarrão e chá, tendo como fontes privilegiadas de pesquisa os rótulos que foram utilizados para identificar as embalagens de erva-mate do final do século XIX até as três primeiras décadas do século XX no Paraná. A erva-mate foi um alimento emblemático e a base da economia paranaense por mais de um século. Exportada para a Argentina, o Uruguai e o Chile, chegava a esses mercados embalada em barricas de madeira em cujas tampas eram colados rótulos redondos litografados que traziam o nome do fabricante, o nome do importador, a marca do produto, além de ilustrações. Alguns exemplares originais destes impressos podem ser encontrados ainda hoje em coleções particulares e no acervo de coleções públicas como a do Parque Histórico do Mate. Pretende-se com a pesquisa, além de resgatar este patrimônio da cultura material paranaense, buscar na leitura destas fontes iconográficas novas perspectivas de entendimento da história do Paraná.

Palavras-chave
História do Paraná, história cultural, história da alimentação, rótulos de erva-mate, design gráfico paranaense, identidade paranaense, chimarrão, chá mate.

Versão completa - 3,00 MB


 

2004 - história da alimentação - termos de uso - mapa do site - contato - faq